quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

A CIA - A GRANDE MÍDIA - A IGREJA CATÓLICA PAULISTA




Não sobrou nenhum grupo da classe simbólica para pensar a causa da ruína da nossa bela política representativa liberal estabelecida pela brilhante e honesta classe constituinte 1988.

Há um consenso de que a CORRUPÇÃO da classe política nacional é a causa necessária orgânica da ruina da tela gramatical em narração liberal da política nacional.

Claro que a corrupção existe imbecil jornalista carioca. Quem há de negar!  Essa COISA jornalística  CORRUPÇÃO não é a corrupção factual. É a corrupçõa artefatual da sociedade do espetáculo eletrônico. Essa Coisa em tela é a correia de transmissão dessa opinião estupidamente entorpecedora da sociedade de narcose freudiana jornalística, que como coompulsão da repetição eletrônica, propagandeia (como um papagaio que fala jornaliquês) ser a corrupção a causa do colapso total iminente do sistema político liberal representativo brasileiro.

Como não creio que a CORRUPÇÃO da classe política é a essência causal gramatical do possível desaparecimento da política liberal representativa entre nós, publiquei um pequeno ensaio sobre a presença da CIA no Brasil hoje através do Grupo Globo.

Creio que a CIA faz o planejamento estratégico para fazer funcionar a grande máquina de jornalismo industrial Rio/SP visando enfiar goela abaixo da classe média carioca e paulista o preconceito obsceno de que a CORRUPÇÃO É O GRANDE MAL DA POLÍTICA E DO MUNDO-DA VIDA NACIONAL. 

Maria Beltrão diz: todo brasileiro é CORRUPTO POR NATUREZA!

Aliás percebam que no comando doméstico dessa operação de guerra eletrônica se encontra a indústria cultural carioca banhada na lama de em uma memória cultural política de CORRUPÇÃO de qualquer ORDEM LIBERAL NACIONAL. 

As jovens jornalistas cínicas e agressivamente melífluas dessa indústria cultural carioca fazem de conta que desconhecem a participação do Grupo Globo (sob comando direto de seu capitão de industria Roberto Marinho)  no golpe de Estado 1964 contra o governo liberal populista João Goulart.
  
O DOUTOR ROBERTO MARINHO (um autotítulo ambiciosamente vaidoso) fez parte do comitê central do IPES/IBAD (sob a direção estratégica  da CIA e de Carlos  Lacerda) que planejou  toda o agir das massas da clsse média carioca/paulista para destruir a nossa ORDEM LIBERAL POPULISTA ARISTOCRÁTIACA. 

E pôr no lugar dela uma ORDEM LIBERAL MILITAR 1964. Afinal, o DOUTOR era um LIBERAL.

O DOUTOR não teve seu ambicioso desejo sexual SGAMMATICATURA jornalístico e seu objetivo de se tornar o chefe industrial do sistema  midiático industrial realizado pela ORDEM LIBERAL MILITAR 1964.

Consultado sobre seu apoio ao golpe militar SGRAMMATICATURA 1968 dentro do golpe militar LIBERAL 1964, ele assentiu sem piscar, pois, encontrava-se cara a cara com o mensageiro general da quase junta militar.

Consultado se concordava trocar a gramática liberal militar 1964 por uma SGRAMMATICATURA FASCISTA MILITAR 1968, disse a frase que faria  o jovem economista infeliz Delfim Neto [que ouviu tal frase pela primeira vez dos próprios lábios do DOUTOR] - se tornar um ser abjeto, grotesco, objeto de uma orgânica e estranha  aversão sexual da classe política nacional, até hoje. 

Eis a frase do DOUTOR em golpes de Estado: meus generais, às favas os pruridos liberais!            .
       
A Ordem populista liberal só foi possível por causa da soberania popular não imbeciliizada pela ainda indústria cultural robertamarinha  muito fraca no Brasil da década 1950.                

Sou o maior especialista no fenômeno Grupo Globo na Ordem Liberal de massas 1988 fundada pela classe constituinte na CONSTITUIÇÃO 1988. Também tenho estudos sobre a conjuntura 1988, inclusive um livro publicado na amazon.

Nenhuma das grandes editoras do Rio/SP se interessou pela publicação por meu livro que é um estudo inédito (no planeta) sobre a política interpretada pela FÍSICA GRAMATICAL.

É provável que a causa da ignorância do surgimento no Brasil de uma FÍSICA (FÍSICA GRAMATICAL) - que é a SPALTUNG do mundo da FÍSICA MATEMÁTICA ESTABELECIDA POR GALILEU - tenha contribuído para a possibilidade da minha física gramatical vir ao mundo NATIMORTA. 

Aliás, a física gramatical é vista como um acontecimento da ordem do fantástico da cultura mundial, da ordem do maravilhoso no território da subjetividade territorial das Américas, pelos desafortunados da riqueza cultural ocidental.  

Chegou ao meu conhecimento que o burguês rentista carioca João Moreira Sales (apaixonado por matemática), alguém que se interessa por todo novo fenômeno cultural no Brasil (e o guru da grande mídia para assuntos científicos), disse para os jornalistas (ele é dono de empresa jornalística no eixo Rio/SP) que eu era Bouvard e Pécuchet elevado à enésima potência tupiniquim.  A física gramatical era apenas um assombroso delírio psicótico dos personagens flaubertianos encarnado em um pobre brasileiro nascido no NORTE do país.

Um dia, entrei, ingenuamente, em contato com a revista Piauí (de João) para publicar um texto sobre atualidade política brasileira. A revista jamais teve a decência de me notificar a razão da usa de me publicar. Para João eu era apenas um João NINGUÉM DO NOSSO POVO.  João se vê como o chefe espiritual secular da modernidade moderna da aristocracia de espirito nietzschiana da sociedade burguesa ariana associada carioca/paulista

Creio que a causa da ignorância sobre o acontecimento FISICA GRAMATICAL seja, na realidade, a enraizada tradição colonial de um analfabetismo em alta cultural; uma resiliência às avessas (caipira-urbana burguesa dos donos de todos os poderes nacionais) da sociedade burguesa ariana dos ricos associados Rio/SP (donos das Editoras, da grande imprensa de papel, revistas, rede de rádios e de televisão). Mas esta não é a causa principal do “Triste Fim do nosso Policarpo Quaresma liberal 1988”.

Ao publicar o pequeno ensaio sobre a CIA levantei a hipótese dessa “COMPANHIA DE ESPIONAGEM AMERICANA TER ALGUMA PARTICIPAÇÃO NA IMBECILIZAÇÃO DA NOSSA SOBERANIA POPULAR. Claro que o agir da CIA se realiza através da Grande Mídia do Sudeste.  

Hipótese do reino Eldorado do fantástico?

O trabalho de imbecilização das massas eleitorais da nossa soberania popular pós Estado militar SGRAMMATICATURA 1968 é realizado cotidianamente sob o comando da indústria cultural carioca. Ao longo desses 4 anos de investigação constatei a total incapacidade dos seus jornalistas articularem algo inteligente em qualquer dos seus programas. Então tive certeza que uma COISA estranha ao jornalismo brasileiro é o centro do planejamento da engenharia estratégica da política jornalística de imbecilização das massas nas mãos do jornalismo Rio/SP.

A TV Cultura do Governador Geraldo Alkmin fez o primeiro ataque ao meu texto sobre a CIA. O que eu não esperava é que o ataque partisse do grupo dirigente da Igreja católica paulista do PSDB.

O teólogo civil representante do chefe religioso da Igreja paulista se aproveitou da exposição na mídia carioca/paulista da morte do maravilhoso cardeal Paulo Arns para me atacar dizendo que eu destruíra a vida de um agente da CIA no Brasil. E que dom Paulo Evaristo Arns jamais faria isso.

Notei o despeito e a inveja do teólogo pelo Rio ser a sede da fundação da GRAMATICAL. Ele repetiu emocionado várias vezes - São Paulo tem o seu grande Paulo, bondoso grande intelectual hegemônico.

Nos encontramos frente a frente com a velha emulação entre as duas polis (São Paulo versus Rio) que creio ter começado com a vinda da família real para o Rio. Aliás, o brilhante estrategista geopolítico imperial d. Pedro I fez dessa competição entre cariocas e paulistas a política de governo dividir para melhor governar o país.

Por que a Igreja católica deu a fatídica ordem para a sua celebridade civil eletrônica em teologia fazer um ataque direto a mim usando a palavra eletrônica como veículo da baixa moral do povo miúdo da feira cristã medieval?

A Igreja católica declarou guerra SGRAMMATICATURA CRISTÃ à COMUNIDADE DA FÍSICA GRAMATICAL para defender abertamente a ação aberta da CIA na grande mídia carioca/paulista.
A física gramatical tem na gaveta um projeto de estudo, inicialmente, do Evangelho do APÓSTOLO Paulo, da teologia cristã/romana de São Paulo. Então me pergunto. Foi extirpado do DNA da Igreja seu extinto de sobrevivência. Não vê que seu infeliz teólogo bissexto civil não tem como defendê-la da invasão iminente da máquina de guerra de ideia estelar FÍSICA GRAMATICAL no território da subjetividade territorial internacional cristã?

A declaração de guerra santa SGRAMMATICATURA islâmica da Igreja brasileira (o islamismo é a continuação do cristianismo por outros meios) à comunidade da física gramatical definiu que a interpretação do EVANGELHO CRISTÃO (pela física) será realizado como leitura hostil.

Jamais imaginei que um belo dia lançaria mão da teologia da guerra de Hugo Grotius (o grande apologista do cristianismo do Renascimento), da poderosa teologia cristã da guerra justa gramatical (Bellum iustum ou jus ad bellum) para começar a autodissolução da gramática em narração teológica católica do cristianismo do século XXI no território Brasilis.

A teologia caipira cristã colonial do Centro-Oeste diz – “dou um boi para não entrar em guerra; e uma boiada para dela não sair!

Esqueci! Minha guerra se passa no território da matéria metafísica da língua portuguesa, isto é, na matéria metafísica - GRAMÁTICA da física.

Padres da Igreja católica apostólica romana, reúnam o seu exército SGRAMMATICCATURA (abalado, quase reduzido ao grau zero de sua força metafísica gramatical evangélica por causa da  invasão de um dos 12 APÓSTOLOS NEGRO de um poderoso Diabo da ordem sexual divina, que trouxe a peste da pedofilia para destruir o cristianismo do século XXI), preparem-se para a invasão do Exército gramatical furta-coor, pois, agora Inês é morta!

A partir de hoje, o padre se tornou uma personagem/ator hobbesiano de uma das inúmeras invenções da minha FÍSICA GRAMATICAL. TRATA-SE DO PADRE SGRAMMATICATURA DO TRANSROMANCE DA POLÍTICA MUNDIAL GRAMATICAL!

Não é um plágio do CRIME DO PADRE AMARO, pois, pois!

NÃO ESQUEÇAM JAMAIS QUE VOCÊS DERAM O PRIMEIRO TIRO!


NÃO GOSTARAM, RECLAMEM AO BISPO!      

Nenhum comentário:

Postar um comentário